Casais gays permanecem juntos mais do que heterossexuais

Novo estudo relata que casais gays permanecem juntos mais do que heterossexuais por André Kummer
Getty Images

Se você acha que os casais heterossexuais (ou casais de lésbicas) tem prazo de validade maior do que os gays, pense novamente, porque um novo estudo do The Williams Institute da UCLA tem evidências que provam o contrário.

O estudo aconteceu em Vermont nos EUA, que foi o primeiro estado a estender todos os direitos e benefícios do casamento a casais do mesmo sexo através da lei da união civil.

Foram acompanhados 500 casais, em relacionamentos gays, lésbicas e heterossexuais, ao longo de 12 anos, de 2002 a 2014, e se descobriu que os homens homossexuais são os menos propensos a se separar. 

Curiosamente, casais de lésbicas tinham duas vezes mais chances de desistir e um ano e meio a mais de duração do que pares heterossexuais. 
O estudo considerou para todos os tipos de casal, que para cada ano de duração do relacionamento reduzia as chances de término em 9%.

"Outros estudos sobre casais heterossexuais descobriram que as mulheres têm padrões mais altos de qualidade de relacionamento do que os homens", observou a autora Esther Rothblum em um comunicado à imprensa. 

Para todos os grupos, ter filhos ou não, ou uma renda baixa, não afetaram as chances do relacionamento terminar. 

Hayden Brooks em iheart.com