Meninos não choram

Imagem: tut.com

Falar sobre sentimentos ou expressar emoções não é o ponto forte dos homens. 


Homens entram em uma espécie de estado comatoso quando precisam falar das suas emoções. O sentimento é parecido com aquele que temos ao perceber que a faculdade não nos preparou para a merda do mundo real.

Essa questão transcende a orientação sexual, mas homens heteros tendem a ser assim, apesar dos mais modernos fazerem grandes esforços para falar e demonstrar sensibilidade, o que geralmente resulta em algo como o roteiro de filme ruim: trilha sonora e ambiente de gosto duvidoso, falas e argumentações sem sentido.

Também existem homens Drama Queen, as rainhas do drama, e os extraordinariamente egocentrados que falam pelos cotovelos de si mesmos. 

Mas em nenhum desses casos, o hetero moderno, o gay Drama Queen ou o qualquer coisa egocentrado, eles estão falando de seus sentimentos, vulnerabilidades, emoções. Estão falando para não falar.

Estão desempenhando o papel de todos os homens, da sombra que nos habita de que “meninos não choram”. 

Por que os homens têm dificuldade de se expressar?

Homens adultos não falam sobre seu eu interior porque não foram ensinados nem permitidos a fazer isso.

Nos meus quase 30 anos na cruzada do desenvolvimento pessoal eu ainda não vi um retiro espiritual ou grupo de crescimento centrado no sentimento sendo frequentado majoritariamente por homens.

Da yoga a biodança, da terapia as aulas de expressão corporal as mulheres dominam. A verdade é que as mulheres, por falar e tentar entender seus sentimentos, estão apenas mais conscientes que os homens, estão mais conscientes como seres humanos.

Vamos começar com o óbvio. A sociedade dita a maioria das nossas ações. O que vemos, imitamos. O que ouvimos, compartilhamos. O que achamos certo é o modelo que seguimos. Portanto, uma vez que a sociedade considera as mulheres como detentoras dos sentimentos, deixamos que elas assumam esse papel.

Mas culpar a sociedade por permitir às mulheres a honra de discutir sentimentos não nos leva a lugar nenhum.

A verdade é que os homens sentem que chegou a hora de falar, mas mascaram a ideia de se abrir indo atrás da autoajuda reeditada em treinamentos que dizem que eles devem falar sobre sentimentos sob o pretexto de sucesso comercial e profissional.

Se os homens querem realmente se expressar melhor e falar sobre o que está acontecendo dentro de suas cabeças, eles precisam dominar a arte da autoconsciência.

Isso significa focar no que está acontecendo no andar de cima, e fazer questão de chegar lá e encontrar pessoas que compartilham os mesmos valores. Esses valores podem ser o desejo de ser bem sucedido em um trabalho, ser um marido melhor, ou realmente qualquer coisa. 
Se os seus amigos não são exatamente uma rede de apoio que imagina, você precisa encontrar pessoas que serão.

Sim, todos os homens precisamos disso, não interessa a orientação sexual, nós precisamos.

Uma questão inevitavelmente surgirá: por que os homens devem melhorar em falar sobre sentimentos, e qual a vantagem deles fazerem isso?

Você experimentará melhores conexões com os outros. Você descobrirá que a comunicação se torna mais fácil e você não manterá tantos ressentimentos e raivas, porque não vai precisar mais de mamadeiras, você terá os seus sentimentos verdadeiros te alimentando.

Você encontrará uma confiança renovada ao saber que as pessoas sabem como você se sente. Seu relacionamento consigo mesmo irá aprofundar, e consequentemente o relacionamento com seu parceirx.

E se você não quiser adquirir o hábito de se expressar um pouco melhor? Não faça.

Mas pelo menos transforme-se em um bom ouvinte, porque todos gostamos de conversar sobre nós mesmos. Se você puder simplesmente ser um bom ouvinte, ficará surpreso com o que pode conseguir com isso. As pessoas começarão a confiar mais em você e a se entusiasmar com você, e elas nem podem explicar por quê.

E se um dia você quiser experimentar e se abrir, confiar e falar de si mesmo... Uau! Você vai ver como isso faz diferença, em tudo, até (principalmente) no sexo.

A razão para isso é simples; Não é o que você diz que deixa uma impressão nas pessoas, é como você as faz sentir.