Desapaixonando

Desapaixonando por Andre Kummer
Getting Imagens


Quem nunca precisou tirar da cabeça alguém que não sai do coração? 


Qualquer separação dói, mas quando você ainda está (ou pensa que está) apaixonado, dói MESMO.

Se você já passou algumas vezes por isso sabe que dói, mas também sabe passa, e isso em si já conforta. 

Agora, se você vive passando por isso e está naquele ciclo "conhece - apaixona - leva um fora" e começou a achar que não tem jeito, é hora de buscar terapia. "Talvez" o problema esteja em você. 

Eu passei por uma situação dessas décadas atrás, sofri como uma Madalena arrependida. Fui a uma terapeuta com a cara mais cética que já vi e que ouvia meus lamentos com cara de enfado. Mas ela me ensinou uma técnica dissociativa interessante:

Eu devia imaginar, com os olhos fechados, a pessoa na minha frente, unida a mim por diversos fios. Depois imaginar uma tesoura na minha mão e cortar os fios até ver o outro se afastar como um astronauta perdendo-se no espaço.

Mas eu também aprendi com a minha própria experiência e a dos outros. Vou repassar para você:

Aprenda a ouvir o silêncio da rejeição. Entenda que o telefone não vai tocar. É melhor ficar quieto do que perder a dignidade.


Entenda que gente muito apaixonada não sabe ouvir um “não”! Pior se enquadra na transa. É só engolindo três colheres de traições, umas duas de intriga, uma fatia de ilusão perdida com aquele açucarzinho de inveja e amores perdidos, que se chega à educação sentimental.




Aprenda que ter esperança engorda. Não dê de comer à sua dor. A dieta sentimental saudável consiste em ter orgulho para, mesmo querendo, mesmo mendigando de vontade por um sorriso daquela criatura, levantar da mesa, pedir a conta ao coração, ordenar ao cérebro para buscar o carro no estacionamento e partir. 




Aprenda que alguns Juquinha Sapiens tem muita sagacidade, astúcia e destreza. Não vão demorar nada para arrumar outra companhia e você vai precisar sobreviver a isso.


Aprenda que a vida é uma encrenca quando você insiste em amar quem não te ama. Tudo se torna inferno. Eu não quero você no inferno. 

Entenda as coisas óbvias que você não quer: sexo não é amor, se a pessoa está fugindo você precisa manter o nível de semancol elevado e parar de ficar "dando milho aos pombos" com mensagens toda hora para ver se ele pega uam.

Se tentou, disse e deixou claro, isso foi legal e muito autêntico de sua parte, mas se o outra não disse nada... Então é melhor ficar quietinho e esperar a próxima temporada. Aprenda com a Netflix.