Você quer encontrar o amor em 2018?

Você quer encontrar o amor em 2018 por André Kummer
Quantos vezes Madonna já casou? Imagem: Madonna por David Lachapelle

Eu já havia escrito sobre o amor e o facebook, e um amigo já me disse que o Instagram é o novo Tinder. As pessoas andam se procurando online.
De certa forma é mais garantido e seguro que procurar ao vivo. Caso a pessoa que você vai encontrar seja algum serial killer dos apps, seus últimos passos estarão registrados no celular. Além disso se você não tem mais paciência para a noite e seus jogos de sedução, suas caras e bocas e conversas introdutórias, este é o lugar: online.

Lembro de quando fazia a minha formação de yoga com um sacerdote brâmane ultramoderno. Ele dizia que um yogui deve estar sempre OMMMMline, ou seja, atento e ligado, mas sem stress, como o estado medita de atenção plena ao momento.

Divaguei... Mas voltando: Você quer encontrar o amor em 2018?

Uma reportagem da Revista Galileu fala de uma pesquisa realizada pelo psicólogo Ailton Amélio da Silva, especialista em comunicação não-verbal e relacionamentos amorosos e professor aposentado do Instituto de Psicologia da USP, mostrando que, há 15 anos, somente 2% dos casais se conhecia por meio de sites de namoro. A imensa maioria das pessoas já se conhecia antes de se relacionar ou era apresentada por amigos em comum.

Agora, um levantamento realizado pelo site de relacionamentos eHarmony em 2014 estima que, até 2040, cerca de 70% dos casais terão se conhecido por meio de aplicativos ou sites de namoro. 

Eu nunca gostei desses aplicativos, instalei o Scruff ano passado e me pareceu que aquilo era um dark room virtual: as pessoas  falavam "E aíííeee...!!" e mandavam fotos.

A gente pode falar mal e demonizar a internet, as redes sociais e os aplicativos mas... Os dados falam: a internet pode ter tremendas vantagens, principalmente para pessoas que não possuem opções compatíveis e disponíveis em seu círculo de relações.

Esteja maduro e preparado. O seu amor pode estar OMMMMline...